GreenCork

globo

O propósito do Condomínio da Terra não é apenas a proposta de reformas estruturais para se construir uma economia verde e humana, mas também o de ser um espaço onde o trabalho de cuidar dos sistemas naturais comuns existe de forma concreta e integrada. Já temos um projeto de sucesso na área da reciclagem:

Portugal é o líder mundial em produção de cortiça, esta tem permitido a manutenção de um dos ecossistemas mais importantes da Europa: as florestas de sobreiros conhecidos como Montados de Sobro. Para que as rolhas possam ser um produto totalmente sustentável, o projeto Green Cork pretende recolher as rolhas usadas para reciclar e produzir novos produtos de cortiça. O lucro proveniente dessa reciclagem é usado para plantar árvores, através do projeto Floresta Comum.

São, também, sete as razões para usarmos e reciclarmos as rolhas de cortiça:

1 – Retenção de carbono- A rolha retém cerca de 3,5 grama de CO2. Cada rolha reflete 111 grama de CO2 retidos na floresta.

2 – Barreira contra a desertificação – As rolhas geram cerca de 70% do valor acrescentado da cortiça. Esse contributo é fundamental na manutenção de um ecossistema que incorpora uma barreira efetiva contra a desertificação ambiental e social.

3 – Biodiversidade – O ecossistema da floresta de sobreiro, é um ecossistema do hotspot do Mediterrâneo, o mais rico em biodiversidade da Europa.

4 – Reciclável – As rolhas de cortiça já são recicladas. A partir desse processo produzem-se, entre outros, materiais de construção e para as indústrias automóvel e aeroespacial.

5 – Qualidade – A cortiça como produto natural que se adapta às condições ambientais, assegura a maior qualidade e longevidade na conservação do vinho.

6 – Natural – Para um produto natural, um vedante natural.

7 – Celebração – O som de sacar uma rolha natural é um símbolo de qualidade e celebração.

Consulte-nos em : www.greencork.org

  
coordenação   parceiros institucionais              

Quercus

Quercus
  Câmara de Vila Nova de Gaia CRE - Porto   O Novo Norte QREN O Novo Norte      
parceiros científicos      
UTAD UNEB   Universidade da Coruña Instituto Salvador Madriaga Cedoua Cigest
conceção do site      
ESCS