Declaração de Gaia

globo
  • O CONCEITO UNIVERSAL DE GAIA

As ideias nucleares da teoria de Gaia suscitaram uma mudança substancial na perceção que temos do planeta. Gaia é uma teoria científica, elaborada por James Lovelock, que apresenta o planeta Terra como um único organismo vivo. A teoria foi apresentada em 1969 afirmando que é a biosfera que gera, mantém e regula as condições para o sua próprio funcionamento. O nome escolhido para esta teoria foi o de GAIA devido ao facto de na mitologia grega, GAIA ser a deusa da Terra.

A abordagem holística da teoria de Gaia, foi profundamente inovadora pelo trabalho de unir o que até então estava separado e assumir o desafio de pensar global, arriscando-se pelos caminhos complexos da interdisciplinaridade. A explicação da rede de retroalimentação descrita por Lovelock e Margulis, em que os seres vivos e o ambiente físico formam um sistema em evolução intimamente interligado e indivisível, do qual resulta a auto-regulação do clima e da composição química atmosférica. Esta possibilidade abriu portas à junção da Geologia,  Microbiologia, Química Atmosférica, Biologia Evolutiva, Ecologia e outras ciências numa abordagem integrada de uma série de fenómenos naturais, em que as rochas, o ar e os oceanos são sistemas fortemente conjugados, que evoluem por um processo único, e não por vários processos separados.

Afinal, no que diz respeito à interdisciplinaridade, não faz muita diferença falar-se em Biogeoquímica, ou em teoria Gaia.

GAIA representa este planeta vivo que é muito mais do que uma colecção de seres vivos e ecossistemas, é uma complexa e transcendente rede de ligações, uma união de seres e fenómenos que produz um todo incomparavelmente maior que a soma das partes.

Todos reconhecem que, aceitando ou não a teoria Gaia, é necessário refletir com muita seriedade sobre as consequências da atuação do Homem no planeta, uma vez que as alterações climáticas tornaram claro que o sistema natural terrestre é profundamente interdependente.

  • GAIA, DEUSA DA TERRA

Na mitologia grega, GAIA é a personificação da Terra como Deusa. Foi uma das primeiras divindades a surgir no universo, e mãe de todas as coisas. Nasceu imediatamente depois de Caos. E é a deusa Gaia que, ao separar a terra dos céus, vem ordenar o cosmos e terminar com o caos. Neste processo dá origem a inúmeras outras divindades e também aos oceanos, às montanhas, às plantas, aos animais, etc. Por isso ela personifica a origem do mundo, o triunfo, a propiciadora dos sonhos, a protetora da fecundidade e dos jovens. O nome Gaia, Géia ou Gê, é utilizado como prefixo para designar as diversas ciências relacionadas com o estudo do planeta, como por exemplo a Geografia e Geologia.

  • GAIA, CIDADE PORTUGUESA

O caos em que vivem hoje os vizinhos deste planeta, exige uma tarefa urgente de organização, para que o “telhado” não se abata sobre todos. A tarefa é de tal forma gigante para a Humanidade, que não será demais invocar Deuses.

No Norte de Portugal, na margem sul da foz do rio Douro, frente à Cidade do Porto, está localizada a cidade de GAIA a qual, pelo próprio nome, quer assumir-se como um local onde a questão da tão necessária organização da vizinhança global seja debatida, porque este é um problema de homens e mulheres. Embora palavra homónima, aqui, o nome GAIA tem origem diversa do nome da deusa grega. O nome da cidade teve origem na palavra Cale (ou Gale, no latim clássico). Desta ligação de proximidade entre vizinhos nasceu a palavra PortusCale que por sua vez evoluiu e deu origem ao nome do país – Portugal, que não deixa de significar o Porto de Gaia.

Situada na margem sul da foz do Rio Douro, na região do Porto, Gaia é a 3ª maior cidade de Portugal com mais de 300.000 habitantes. É em Gaia que se situam as caves do Vinho do Porto, uma das suas maiores riquezas e emblemas. A zona ribeirinha, onde decorreu em 2009, o “Compromisso de Gaia”, configura um cenário deslumbrante com as pontes monumentais a ligarem Gaia e Porto e ambas as cidades a revelarem sem pudor o melhor do seu património histórico sobre as suas colinas de granito, espelhadas no rio Douro, ondulado pelos barcos Rabelos. Embora bastante desenvolvida e cosmopolita, Gaia conta com riquezas naturais ímpares, com rio, praias e mar, parques naturais e zonas rurais bem preservadas.

Para que GAIA não seja apenas uma figura mitológica longínqua e distante, mas um símbolo vivo que pode e sabe mudar um destino que parece não ter solução, a cidade de Gaia aceita este desafio.
  • ASSINE A DECLARAÇÃO DE GAIA

A sua assinatura é essencial, mostre o seu apoio e dá força ao movimento. Diga a todos para assinarem preenchendo o formulário em seguida.

  
coordenação   parceiros institucionais              

Quercus

Quercus
  Câmara de Vila Nova de Gaia CRE - Porto   O Novo Norte QREN O Novo Norte      
parceiros científicos      
UTAD UNEB   Universidade da Coruña Instituto Salvador Madriaga Cedoua Cigest
conceção do site      
ESCS